segunda-feira, 29 de junho de 2015

#Resenha: Como Quase Namorei Robert Pattinson, Carol Sabar

Boa noite, gente! Beleza?

Esse é o quinto e último livro que li para a Maratona Arrasta Pé Literário, totalizando 1.580 páginas lidas!!!



Como Quase Namorei Robert Pattinson, da Carol Sabar (é o segundo dela que leio), conta a história da Duda, fã alucinada da saga Crepúsculo (me identifiquei kkkk), já leu mais de 4x cada livro, decorou falas, suspiros, assistiu aos filmes até tem gravado detalhadamente o rosto, lindo, perfeito, magnífico de... Edward Cullen!

O livro já começa com Duda sonhando (ou tendo uma premonição?) com ele mesmo, Robert Pattinson, passando bronzeador em suas costas e pernas!!!!

Um sonho delirante que é claro, ela treme nas bases por não ser realidade (ainda).

Entretanto, Duda que tem apenas 19 anos e estuda Jornalismo, vai para Nova York estudar inglês com sua irmã mais velha Suzana, a prima Lisa e a amiga Margo.

Chegando lá, o proprietário da casa que as meninas alugaram, é um clone idêntico demais a ele, Robert Pattinson/Edward Cullen, e é claro, que Duda surta mais do que já é pirada ao ver este homem, e é aí que começa a confusão toda.

Não gostei muito desse livro, apesar da escrita ser incrível e fluir naturalmente.
A Duda é muito imatura, infantil, da uns chiliques desnecessários, tipo, tá acontecendo algo sério, e ela pensa/fala/faz cada asneira sem tamanho!

O Miguel Difillipo, o clone do Edward, é muito chato!!! Sem graça. Misterioso demais. Meio acovardado até. Um personagem bem sem sal que não me ganhou em nada. E o que a autora fez com ele no final, olha, me surpreendeu, ficou muito sacana! Decepcionou!

O Pablo, amigo espanhol da Duda é um amor (o Jacob kkk), aiiiiii eu me apaixonei por ele!!!! Muito fofo, legal, divertido, carinhoso, amigão mesmo! ;)

Mas a Duda tá nem aí pra ele, só pensa no Miguel mesmo, bem como a Bella no Edward.

É um livro muito bem escrito e a ideia é genial, mas confesso que não me agradou. Começou muito legal, divertido e viciante. Mas depois das 100 primeiras páginas, já fica maçante, chato, meio perdido. 
É o segundo livro que leio da Carol Sabar (o primeiro que li dela foi Azar o Seu! que amoooooo muitoooo de paixão - o segundo escrito da autora), e esperava bem mais!

Tipo, a Duda faz muita, mas muita palhaçada. Se perde em seus conflitos internos, e não age de verdade sabe, não corra atrás do cara que tá afim e tal.

As personagens secundárias não aparecem tanto, mais naqueles diálogos cotidianos.

Para mim, as melhores partes foram as da Duda com o Pablo. O Miguel esconde um segredão. Quando é revelado, já nas últimas páginas, foi uma surpresa para mim. Mas a resolução deste "problema" estragou um pouco, foi como se a autora quisesse limpar a barra do personagem pra ele seguir em frente, para não ter pendências. But ok.

Enfim, é um livro bom. Bem escrito sim. Com uma ideia e um humor contagiante. Mas poderia ter tido umas 200 e poucas páginas só. Teve muita enrolação e ficou meio sem sentido em algumas partes.

Mesmo se você não é fã de Crepúsculo, pode ler sem medo, que não tem muito a ver com o livro. E se você ainda não leu Crepúsculo, também não achará spoiler.

A capa é linda demais. E ela sim tem a ver com os livros, tem a maçã, o tabuleiro de xadrez, o laço e a flor referentes as quatro capas da saga Crepúsculo.
"Abobalhada, fico olhando para ele, para seu rosto lindo, esperando o triste instante em que sua imagem vai virar fumaça e se perder no ar. Mas os segundos passam e a imagem continua ali, viva e arrebatadora: Robert vampiro gostoso Pattinson está passando óleo bronzeador em mim."
"Meu coração dispara em resposta e, de repente, já nem me importo com o destino dessa caminhada. Miguel está comigo. Isso basta até o fim."
É um chick-lit despretensioso, e não tão lindo e maravilhoso como o Azar o Seu! também da Carol (que logo terá resenha aqui no no blog - um de meus preferidos!), mas você vai rir e se divertir bastante com certeza!

Beijos, 
e tenha uma semana abençoada!

Ana M.

domingo, 28 de junho de 2015

#Resenha: Shakespeare e Elas, Janaína Vieira, Laura Conrado e Lycia Barros

Oi gente, beleza?

Este é o quarto livro da Maratona Arrastá Pé Literário, e tenho a honra de lhes dizer (rsrs), que nesta madrugada terminei o quinto e último livro, aeeeeh, ao todo lido 1.580 páginas!!!! A resenha do último livro sairá amanhã, e talvez eu consiga ler mais algum até dia 30, se der, faço resenha também. O importante é que já bati a meta, uhuuuul, BRIGADO SENHOR!! <3



Vejamos, o quinto livro foi Shakespeare e Elas das renomadas autoras Lycia Barros, Laura Conrado e Janaína Vieira.
A proposta do livro é a seguinte: adaptar as obras de Shakespeare para o "mundo" atual, sem perder a essência maior do Bardo.

Tenho que dizer que elas conseguiram em cheio! Transmitiram não só a emoção do que Shakespeare que fez e passou em suas obras, como também as deixou muito mais lindas e viscerais, posso dizer. A adaptação ficou mais triste, adequada, real, romântica e encantadora.

Para quem leu pelo menos uma obra de Shakespeare, ou até mesmo assistiu apenas um filme/peça, pode ter tido um certo desconforto ao lê-las, por se tratar de uma escrita arcaica, superantiga e principalmente, pelo tema. A abordagem dos temas chega a ser ridículos no mundo atual. Vide Romeu e Julieta, afinal, é estranho não é mesmo, para nós do século XXI, saber e compreender que dois jovenzinhos apaixonados se mataram porque os pais proibiram-os de se amarem!
Muito estranho, peculiar e revoltante!

Mas as meninas (as autoras kkk), reescreveram de uma forma brilhante. Denotante os mesmo sentimentos dos personagens originais, e transmitindo a verdadeira ideia e situação que Shakespeare quis abordar.

Ficou lindo. Chego a dizer que ficou melhor que o original!

São três obras: Otelo - O Mouro de Veneza (por Janaína Vieira), Sonho de uma noite de verão (por Laura Conrado) e Romeu e Julieta (por Lycia Barros).

Eu já tinha lido o primeiro e o terceiro no original, e gostei mais (beeeeeem mais) da versão das brasileiras! ;)

Agora pretendo ler Sonho de uma noite de verão no original, me deixou curiosíssima!
Otelo é meu livro favorito de William Shakespeare, e ele ficou tãooooooooo, mas tão lindo e forte na versão da Janaína, que olha, tive que conter as lágrimas!!!

Confesso que pensei que as autoras mudariam o final e tal, mas não. São duas tragédias e uma comédia, e mantem-se dentro do padrão de Shakespeare com a adaptação a realidade de hoje muito bem feita e arquitetada, sem deixar pontas!

Os finais prevalecem aos originais -  não, isso não é um spoiler! rsrsrsrs

Porém, é aí que fica melhor!!!

Leiam pessoal! Vocês vão se amarrar!!!! <3

A capa é linda, as ilustrações de cada obra também é riquíssima, enfim, não deixa a desejar, já quero reler! (Otelo ***suspiros***).

Abaixo segue alguns dos meus quotes preferidos! ;)

* Otelo 
"E agora que fora pego subitamente pelo destino, ele só conseguia pensar em sua imensa felicidade. Claro que haveria problemas a contornar, dificuldades a enfrentar, mas coisa alguma poderia afastá-los um do outro, ele estava certo disso. Tudo se resolveria."
* Sonho de uma noite de verão
"Além de te colocar em má situação, eu brinquei com o amor. Quis controlar aquilo que não se controla."
* Romeu e Julieta 
"Ele a beijou delicadamente nos lábios, olhando em seus olhos, incrédulo em que ela fosse realmente a sua mulher. Nunca se sentira tão feliz. Nenhum dos dois tinha medo de nada naquele momento. Se o amor estava mesmo no timão de seus corações, que ele mesmo conduzisse aquela aventura. Estavam plenamente confiantes de que o futuro só lhes reservava alegrias em companhia um do outro."
É isso gente, lindo né?!
Amei o livro, parabéns as autoras e editoras! E que venha mais adaptações como esta e novos romances! ;)

• COMPRE AQUI!!! •

beijo grande!
Ana M.

P.S.: Para quem quer ler os originais de Shakespeare, mas está tendo dificuldade, minha dica é: leia em inglês. Mesmo que seu inglês seja o básico é bem mais fácil, pois os livros em português, na maioria, está com a tradução antigona, então poderá haver estranhamentos, rsrs.

CLIQUE AQUI e leia a resenha de A Garota do Outro Lado da Rua, da autora Lycia Barros

sexta-feira, 26 de junho de 2015

#Resenha: Você é Insubstituível, Augusto Cury

Bom dia, gente, tudo bem??

Vamos então para o terceiro livro da Maratona Arrasta Pé Literário!

Graças a Deus, tá bem tranquilo, to conseguindo ler um por dia! Uhuuuuul kkkkkk

Porém, resolvi ler livre, não tava curtindo os dois últimos livros pré-propostos no desafio, então, agora lerei por dia, rs, escolho na hora.



Esse livro é o quinto que leio do Augusto Cury, amo os livros dele, são todos bem profundos e vívidos. Nos mostrando a real da vida, todas as conquistas que podemos alcançar, buscando pelo fé e pela força de vontade, superação dos medos, e frustrações que se vem com a vida!

Você é Insubstituível é um livro curto, tem apenas 112 páginas e flui rapidamente.

Nele Cury fala sobre a nossa biografia. A minha, a sua, a dele! Isso mesmo. Ainda que sem nos conhecer, ele traça os desafios que todos percorrem para ter de fato, uma vida.

Cury começa pelo fato de entre milhões de espermatozoides, eu, você, termos conseguido nossa "tão sonhada" fertilização.

Termos conseguido lutar bravamente, e enquanto milhões de futuras vidas ficavam para trás, nós conseguimos unir e ter nosso final feliz. Conseguimos adquirir uma vida.

Depois de então, tudo acaba se tornando fichinha, rsrs
Afinal, conseguimos nascer.
A luta pela felicidade começa.

E não viemos para perder!  \o/   ~ o 

Em suma, Augusto Cury nos ensina como viver é simples, basta ter fé e saber caminhar... enfrentar os problemas de cabeça erguida, porque já somos vencedores.

A felicidade está nas pequenas coisas, e no perdoar. Amar. Sofrer também, pois é aí que está o grande ensinamento.

Levantar após várias quedas pode ser terrível. Impossível até.
Mas nunca desistir de lutar, de sonhar e caminhar a frente, perseverando em nossos sonhos, pode mudar tudo. Inclusive o triste e fracasso iminente, converte-se em sucesso, felicidade e vida plena!
"Tenha a sabedoria superior. Seja um eterno aprendiz na escola da vida. A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior alivia, a inferior culpa; a superior perdoa, a inferior condena."
É um livro curto, mas adverte-nos para olhar para nós mesmos, e nos amar e buscarmos sempre nossas melhoras, pois com Deus e com perseverança, chegamos lá!

Um bom livro, não o melhor dele, mas curti e aprendi bastante!!!

• COMPRE AQUI!!! •

Beijos,
Ana M.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

#Resenha: Alta Tensão, Harlan Coben

Boa noite, gente, beleza???
Esse é o segundo livro lido da Maratona Arrasta Pé Literário.



Alta Tensão é o primeiro livro que leio do Myron Bolitar e segundo do Harlan Coben -  o primeiro que li deste escritor tãoooooo amado, foi o Confie em mim, comprei os dois num sebo e o vendedor que me indicou os dois, e por incrível que pareca não gostei muito deles kkkkkkkkk
O Confie em mim vai, mas o Alta Tensão achei bem chato, e perdido, sem sentido. Me desculpem fãs do Harlan e do personagem Myron, mas eu realmente não gostei.

Vou ler mais do Harlan sim, e também do Myron, acho que me estranhamento foi logo, porque comecei a ler pelo último livro da série Myron Bolitar. Eu não sabia quando o comprei, e o cara do sebo não me avisou! rsrs

A história é a seguinte (não entendi bem o que o Harlan queria dizer, deu a impressão que ele queria acabar a série e não sabia como, por isso vou fazer um resumão!): Suzze, amiga de longa data de Myron vai até seu escritório e pede que ele traga seu marido Lex de volta para casa, e investigue quem postou no facebook o fato que culminou na sua "separação". Suzze está grávida de 8 meses, e o post dizia que o filho não era de seu marido.

Myron vai atrás de Lex, tem um papo "filosofando" e tal, e vê de longe a mulher que o separou há mais de 15 anos de seu irmão: Kitty, sua cunhada e também ex-tenista como Suzze.

Aí então, Myron fica o livro inteiro buscando levar Lex de volta para sua esposa e conseguir descobrir o paradeiro de seu irmão, Brad, desaparecido.

Não se explica com todos os detalhes porque os irmão brigaram e cortaram relações tão fortemente, só sabemos que Myron e Suzze colocaram no passado em dúvida a paternidade de Mickey (mouse, rsrsrs) filho de Brad com Kitty. Mickey inclusive tem sua trilogia lancada pelo Harlan (saiu a pouco o terceiro livro, não tenho certeza se terá mais algum volume com ele).

Fatos vais, outros vêm. Por fim, descobrimos que o filho é mesmo de Lex, porém, por conta deste post idiota, muita gente sai ferida.

Kitty é doidona e uma personagem a parte, sinceramente! Mas tenho dó e até a compreendo em certo ponto, pelo seu amor a família!

Myron não consegue reatar relações com seu irmão. O que não muda muito sua vida.

E sei lá, para mim, foi um livro totalmente sem sentido. As investigações foram banais, os resultados e crimes exagerados - ou muito sem noção, ou triste demais.

Desculpe de verdade, mas não gostei.

Assim que der, lerei outro do Harlan, porque a escrita dele é fulminante, maravilhosa!

Só as histórias não me ganharam, até agora!

Beijos,
Ana M.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

#Resenha: No Mundo da Luna, Carina Rissi

Oi gente, beleza?

Esse é o primeiro livro lido da Maratona Arrasta Pé Literário.

E é o terceiro livro que li da renomada Carina Rissi!

Meu primeiro contato com a Carina, foi com Perdida que li em abril, gostei bastante, e no começo deste mês li a sua continuação, Encontrada, e me apaixonei ainda mais pela série! Imperdível!!!! Não vejo a hora do próximo volume!

Já o No Mundo da Luna, confesso que amei sim, dou 5 estrelas de boa, porém, foi uma leitura um tanto quanto arrastada, de mais de quatrocentas páginas, poderia ter sido reduzidas a trezentas ou menos, até.

É um livro real. Eu adoro livros reais. Só que tem umas embolações que me fizeram demorar mais a leitura, mas vamos lá!



Luna Lovari Braga, tem 24 anos é jornalista recém formada, e trabalha na Fatos & Furos, revista na qual é a simples moça da recepção, e é chefiada por Dante, o nerd chato, irritado, gritão e mal educado, apesar de ótimo profissional, que está dando seu sangue para tirar a revista do buraco.

O pessoal que trabalha com a Luna são bem legais! Fico imaginando se numa revista/jornal são liberais daquele jeito! kkkk O pessoa faz bolão, fofoca sobre o chefe corre solta, até chegam a cogitar entrevistas entre si, conforme os babados vão rolando.

Luna sonha em ter seu espaço, sua coluna, sempre admirou Dante, apesar de agora odiá-lo, devido ao tratamento grosseiro que ele lhes proporciona, por assim dizer.

A mãe da Luna morreu em seu parto, então, ela foi criada pelo pai e irmão mais velho, Raul, um chato de galocha kkkk e na adolescência, ela e o irmão, foram viver com a vó Cecília, cigana! Mas como a mãe abandonou a vida cigana para viver com o pai de Luna, esta por sua vez, não adquiriu e nem acredita na cultura e hábitos ciganos, o que deixa a vó (outra chata) zangadíssima.

Como eu disse, é um livro muito bom, mas realmente teve partes e personagens que não curti nada, nada!

Resume-se a isso: A Fatos & Furos está perdendo seus melhores jornalistas para a concorrente Na Mira, e Luna ganha a oportunidade de ser além de recepcionista, a garota do horóscopo, e para facilitar sua nova "aventura", ela compra um baralho de uma tal cigana Madalena, e começa suas previsões, que vão dando muito certo!

Ressalto que as previsões para meu signo, gêmeos, foram só tragédias kkkk ainda bem que comigo não funcionou kkkk

Dante é fofo, carinhoso, forte, íntegro, e ao mesmo tempo, grosso, chato, extremamente nervoso e autoritário, e eu gostei mais ou menos dele. Ele é um dos personagens masculinos que mais chegam perto do parâmetro real sabe, aquele que sim, você pode encontrar por aí!!! (ouço gritos????).
Não gostei dele porque ele é genioso como eu kkkkkkkk Acho que nós dois juntos, só daria porradaria kkkk

Dante se separa de Alexia, e começa um "relacionamento casual com Luna" se é que você me entende, e isso vai indo sem "compromisso" durante o livro todo. kkk

É disso que dá raiva, a Luna não só passa a gostar dele, como também, vai conhecendo o cara, presencia momentos de meiguice e humanidade no Dante, mas não consegue aceitá-lo, admitir que gosta dele e dá uma chance...
No entanto, mal pode olhar para ele sem cair nos seus braços...

Ele dá vários sinais que quer ter um relacionamento sério com ela o tempo todo. Mas como ela diz que tá errado os dois juntos, o tempo todo também, fica aquele clima chato e os dois brigam por qualquer coisa, na maioria, uma briga incentivada por Luna.

Luna também terá seus segredinhos, e quando são revelados, deixam Dante furioso, porém, conseguem se perdoar.

É um livro muito bem escrito, mas esse chove e não molha me irritou demais! A Luna tem atitudes muito infantis, sabe... 
O Dante é um cara direito, sabe o que quer, embora não use sua inteligência, concorda com as maluquices da Luna, e só vai trazendo mais sofrimentos aos dois. E também é muito chato às vezes, briga por assuntos que não lhe apetecem e tal, rs

As atitudes deles, por mais que me deixaram com raiva, cansada e com vontade de entrar dentro do livro e dar uns tapas nos dois (ainda mais na vó Cecília e no Raul, dois chatões!!!), é um livro bonito e verdadeiro. Vi minha mãe, eu e várias pessoas nas atitudes de Dante e Luna. Essa incerteza, esse medo de se machucar que nos impede de tentar, de viver, de seguir o coração e razão, mesmo quando os dois caminham juntos...

É por isso, que apesar de páginas viradas com sono e preguiça, é um dos meus livros preferidos! Quero reler. Pois nos faz pensar  em todas as vezes que deixamos de buscar nossos sonhos e sermos felizes, pelo fato de termos mágoas e medos - do passado.
O Dante superou, mas a Luna demorou muito para isso.
"Eu sentia falta dele. Não do homem que acabara de falar comigo naquela sala, mas do cara divertido e carinhoso de quem eu tinha aprendido a gostar e admirar. O mundo não acabaria porque ele estava saindo da minha vida, mas se tornaria frio e vazio."
E quanto a magia, Luna fez "as pazes" com o mundo cigano e aprendeu que magia está nos olhos de quem vê e na força do amor!

• COMPRE AQUI!!! •

Um grande beijo!
Ana M!

P.S.: Em breve, resenhas de Perdida e Encontrada!

sábado, 20 de junho de 2015

DESAFIO CONCLUÍDO!!! #DesencalhandoTudo!

Peeeeeople!!!
É com muita alegria (e vergonha kkk) que venho lhes informar, que até que enfim, finalmente! Conclui o Desafio Desencalhando TUDO!!!



Confira as datas e livros dispostos abaixo:

1 - Minhas duas estrelas, Pery Ribeiro e Ana Duarte (19/06/15)
2 - Different Seasons, Stephen King (13/06/15)
3 - O Poder da mulher que ora, Stormie Omartian (29/04/15)
4 - Harry Potter and the Prisoner of Azkaban, J. K. Rowling (18/04/15)
5 - Twilight, Stephenie Meyer (16/06/15)

Lembrando que eram para ter sido lidos no mês de Abril! kkkkkk
MAS a pessoa que vos escreve, passou outros na frente e entonces, sabe como é né... kkkkkk

Porém, agora tudo está concluído, e os únicos livros que tenho para ler, são que começarem daqui a pouco para a #MaratonaArrastaPéLiterário!!! Creio eu, que conseguirei, afinal, são livros que estou querendo ler bastante, to bem ansiosa para começar e tal!

Obrigado por acompanharem meu desemprenho vergonhoso kk e pelas vibrações positivas (cês mandaram muito pouco, por isso demorei kkkk).

É isso, pessoal!
Boa noite, ótimo domiingão para vocês, amanhã eu volto!
bjãoooo,
Ana M.

Maratona Arrasta Pé Literário

Boa noite, pessoal! Beleza???
Semana passada fui convidada através de um email (obrigado Vitoria!!!), para participar da Maratona Arrasta Pé Literário, que consistem em ler 1.500 páginas em 10 dias!!!

Está participando vários blogueiros e leitores, e TODOS que se interessam podem participar até as 00.00hrs de hoje, 20 de junho, siiiim, eu sei, to avisando atrasada, mas tá valendo!!! kkkkkk

Quer participar??
Então corre e se inscreva!
Curtir as páginas indicadas + entrar no grupo do facebook e deixar um comentário no post do blog com sua listinha de leitura e confirmando a participação no desafio!!!

As leituras deverão começar a partir do primeiro minuto do dia 21 e vai até dia 30 de junho.
Roce pode ler quantos livros quiser, contando que de as 1.500 páginas.

E a cada leitura concluída, precisará ser feita sua resenha at the time!

Aqueles que lerem as 1.500 páginas e fizerem as resenhas em tempo, participarão de um sorteio também!

Maneiro né?
Ameeeeei!!!
To cansada de ter relido HP5 hoje kkk então vou dormir mais cedo, e já amanhã de manhã comecarei, torcam por mim!!! Aeeeh \o/

Sei que to postando resenhas nos dias marcados agora, porém, vou abrir uma excessão kkk e postarei as resenhas dos livros da maratona, assim que for terminando cada leitura.

Minha listinha é essa:
1. A Teoria de Tudo, Jane Hawking (448 pgs.)
2. Estilhaça-me, Tahereh Mafi (304)
3. Alta Tensão, Harlan Coben (272)
4. No Mundo da Luna, Carina Rissi (476)

Somando ao todo, exatamente 1.500 pages! Uhuuul!

Participem também!! Corre que ainda dá tempo! rsrs
bjãooo,
Ana M.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

#Resenha: O escaravelho do diabo, Lúcia Machado de Almeida

Boa noite gente, tudo bem?
A resenha de hoje é do segundo ou terceiro livro que li na vida! É o meu mistério pre-fe-ri-do!!!!
É de arrebata-nos para dentro da trama de uma vez!

Estou falando dele mesmo. Um dos melhores livros de mistério de todos os tempo. Que com certeza, nossos pais, primos, irmãos, vizinhos, tios, já leram, releram, ou no mínimo, ouviram falar, e muito bem!!!
O Escaravelho do diabo, de Lúcia Machado de Almeira, aliás, uma grande escritora brasileira, já li vários livros dela e são todos maravilhosos, muitooooooo criativos e cativantes! ;)
Então, bora pr'à resenha!!!!


Tudo começa na cidade de Vista Alegre, quando o jovem querido e alegre Hugo, mais conhecido como Foguinho por causa de seus cabelos cor de fogo, é assassinado brutalmente em seu quarto por uma espada espanhola antiga!!!
Não tem explicação. Ele não tinha inimigos. Não há pistas. Só tem uma caixinha contendo um besouro diferente, chamado escaravelho, que pelo jeito, foi tirado de uma coleção (onde estava embalsamado) e que também está transpassado por uma agulha.
Como se demonstrasse a morte de Hugo.

Alberto, seu irmão, inconformado, luta em busca de descobrir e fazer justiça à morte do irmão. Mas não é nada fácil sua busca, ainda mais levando em conta, as outras mortes que se sucedem.
Uma cantora famosa, um animal raro de um zoológico local, um ataque a uma moça de família nobre, a morte brusca e totalmente estranha de um rapazinho... Enfim, mortes sem explicação, porém, com apenas UMA conexão! Os cabelos vermelhos cor de fogo!
Instigante e perturbador, não?!

Alberto, corre em disparada, à procura de alertar os ruivos (naturais) e em busca de novas pistas para prender o assassino, juntamente com o inspetor Pimentel e o subinspetor Silva.
"O moço prometera a si mesmo esclarecer a morte do irmão e tinha frequentes encontros com o inspetor Pimentel. Decidira não falar nada sobre o besouro de chifre na testa. Para quê? O policial iria rir-se dele, com certeza..." - P. 17
Há alguns personagens secundários que também fazem parte da lista de "suspeitos", o suíço quieto, comilão e "adorável", Mr. Graz, o americano sisudo, Gedeon e Verônica, que despertará fortes e dúbias emoções em Alberto. Sendo uma moça de personalidade forte e determinada, passa durante a trama por alguns perrengues não muito fáceis de suportar, porém, se mostra firme e elegante.

É um livro incrível. Leitura fluidíssima. E o final é realmente surpreendente e muito real!
"- Meu amigo, você ainda não ouviu dizer que, em relação aos desígnios de Deus, nós só vemos o "avesso" do bordado? Um avesso confuso e feio?" - P. 63
Vou dar uma dica: o assassino é um homem. E o inspetor está certo sobre aonde ele pode ser encontrado! Aeeeh, não é spoiler, se você ainda não o leu, assim ficará mais fácil de você descobrir antes de concluir a leitura, sem revelar o enredo (porque todos são boas pessoas, sem algumas dicas, fica bem dificultado para se descobrir antes do final, na primeira vez que o li, minha mãe me deu essa mesma dica, e por isso, consegui saber antes do fim!!!!!!).
"- Tenho o palpite de que o "inseto" virá de onde menos se espera - comentou Silva - Talvez alguém cujo nome ainda nem tenha sido pronunciado por nós..." - P. 70
Li ele a primeira vez com 10 anos! Só tinha lido até então, livros de princesas, alguns da Bíblia, e fui para A Ilha do Tesouro, o primeira grandinho já, depois vem O escaravelho do diabo, e daí não parei mais kkkkk
Faz parte da coleção Vaga-Lume, que eu AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO DE PAIXÃO!!!!! 
Já li vários e continuo lendo. O mais legal dos livros da Vaga-Lume, é que eles não envelhecem, as histórias são eternas, viram lendas! kkkkk  Sempre contemporâneas, inclusive e particularmente na escrita.

Quem já O escaravelho?? O que achou?? Vai ler??
Deixe seu comentário. Quero saber sua opinião!!

quinta-feira, 11 de junho de 2015

#Resenha #10: Amor de Redenção, Francine Rivers

Amor de Redenção conta a história da vida derradeira de Sarah, que filha de mãe solteira com um homem casado, além de rejeitada pelo pai, ainda é vendida à um prostíbulo após a morte de sua doce mãe, com apenas 6 anos de idade.

Sarah passa a chamar-se Angel e em seu primeiro dia neste lugar horrível, é violentada cruelmente pelo pedófilo, cafetão, safado, porco, nojento, capetão Duke.

Ao decorrer de dez anos, Angel perde sua vontade de viver, sua única estima é acreditar que ainda poderá fugir daquela vida. Embora consiga fugir de Duke, acaba por parar em outro prostíbulo, o da "Duquesa" e lá é tida como a atração central do "show".

Percebemos claramente como Angel é amargurada, triste, vazia, infeliz. Porém, é uma alma maravilhosa. Boa, mas sem saber como agir. Com medos, traumas irreparáveis - menos é claro, para Deus. No entanto, Angel não compreende como Deus pode deixá-la passar por tudo isso, desde criança inocente.
Com as lembranças da mãe depressiva, que teve uma vida tão destrutiva e largada pela família, à marge da arrogância da sociedade, e mesmo assim orava a Deus, sem sair do lugar, Angel não acredita Nele, e chegue a ter certa repugnância quanto a Sua Palavra.

Michael Hosea em contra partida é cristão, temente a Deus e Seus Mandamentos. Puro, amoroso, sincero, corajoso, com defeitos sim, mas muito trabalhador e honroso, e que não busca só seguir o Caminho do Pai, como também luta para ajudar a todos que necessitam.

Um dia ele vê Angel quando vai vender seus produtos agrícolas na cidade de Pair-a-Dice e Deus fala com ele. Diz a ele que ela é sua escolhida!
A coisa mais linda é que mesmo ela sendo uma prostituta, ele a reconhece, Michael obedece a vontade de Deus, e aceita Angel como sua futura e prometida esposa.

Passa a vê-la, e não, ele não tem um "caso" com ela antes de se casarem. Com muito custo eles se casam, ele amando-a profundamente, e ela, mesmo com muito medo, e opressão, o admira e tenta amá-lo.

Em alguns momentos, sentimos raiva até da Angel, porque o Michael leva-a para sua fazenda, e trata dela com o maior maior, carinho, respeito, sempre perdoando quando ela lhe ofende. E ela sempre tentando fugir dele, se esquivando e até provocando-o.

Aos poucos vamos entendendo o porque dela agir assim. Ela fugirá várias vezes. Porém, não é que ela não o ame. É que ela já foi tão pisada, humilhada, usada, que não consegue confiar e entender como pode estar com um homem tão bom e tão digno!

Tem muitas reviravoltas e muitas coisas ruins que acontecem, a Angel sofre demais! Entretanto, o final é surpreendente! Lindo de viver, e nos mostra como tudo tem jeito PARA DEUS.
Mesmo que você tenha cometido INÚMEROS pecados, se você se arrepender verdadeiramente, o PAI pode sim lhe perdoar, e lhe conceder vida, e vida com ABUNDâNCIA, cumprindo assim, a promessa de dias melhores, sempre! ;)

A importância da família é um ponto fortíssimo no livro. Não vou me aprofundar, mas terá uma família incrível que fará toda a diferença na vida de Angel. Ela compreenderá e se BUSCARÁ EM DEUS, aceitando seu passado e abraçando seu futuro promissor e feliz que Deus lhe concedeu.

É um livro que ficará para a história. Um dos melhores que já li na vida. TODOS precisam ler, sejam homens ou mulheres.
Pois a denotação do amor e perdão de Deus é predominante. Lindo e essencial para a nossa vida.

Amei, e quero reler logo logo! rs
Quem já leu, por favor, me conte o que achou!!
E quem ainda não leu: acredite, você vai amar de <3

Um grande beijo!
Ana M.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

#Resenha: A Seleção, Kiera Cass (Série A Seleção #1)

Não sei bem como começar essa resenha, como disse, é um livro tão lindo, encantador, que eu não sei nem o que falar... kkkk

Tudo começa quando a minha querida protagonista (e também uma personificação da minha pessoa, veja bem!), America Singer, recebe uma carta, a qual é convidada a inscrever-se para participar dA Seleção.

A Seleção é o seguinte: Quando o príncipe completa dezenove anos, ele tem de escolher uma plebeia para ser sua esposa, já que ao seu niver de vinte anos, ele passa a assumir o trono, e o rei, se aposenta. São escolhidas (das inscritas de cada província do país) 35 garotas entres 16 e 20 anos para irem morar no palácio, conviver com a família real e seus empregados fofuxos e tentar (a todo custo) conquistar o coração do príncipe!

Como é um livro distópico, há algumas características muito chamativas para o lado político. O país, ou principado né, chama-se Illéa, que na verdade é os Estados Unidos, que depois de cinco (ai Jesus!!!!!!) guerras mundiais, tornou-se uma monarquia, mudou de nome, e entre outras coisas.

Há também 8 castas, embora as pessoas vivam juntas (quero dizer, nas mesmas cities e tal, não há divisão como o apartheid, por exemplo). São elas:
Casta 1: A nobreza e o Clero.
Casta 2: Celebridades, modelos, atletas profissionais, políticos, atores e oficiais.
Casta 3: A elite, educadores, filósofos, inventores, escritores, cientistas, médicos, veterinários, dentistas, arquitetos, bibliotecários, engenheiros, psicólogos, cineastas, produtores musicais, advogados.
Casta 4: Fazendeiros, joalheiros, corretores de imóveis e de seguros, chefes de cozinha, mestres de obras, proprietários e donos de restaurantes, lojas e hotéis.
Casta 5: Artistas, músicos, fotógrafos e dançarinos.
Casta 6: Secretários, serventes, governantas, costureiras, balconistas, cozinheiros, motoristas.
Casta 7: Jardineiros, pedreiros, lavradores, pessoas que limpam calhas e piscinas, e quase todos os trabalhadores braçais.
Casta 8: Pessoas com deficiência (especialmente quando desamparadas), viciados, fugitivos, sem-tetos e bastardos.
"- Muito bem. Estava pensando que podíamos ter um sinal ou um jeito de dizer que precisamos conversar sem que os outros notem. Talvez coçar o nariz? - ele propôs, e começou a esfregar a região acima dos lábios.- Assim vai parecer que seu nariz está entupido. Não é atraente." - Maxon combinando com America sobre um meio de comunicação entre eles kkkkkk
Assim inicia o livro: America recebe a carta de inscrição, porém, ela não quer de maneira alguma inscrever-se (afinal, ela já tem um namorado!), mas sua mãe a obriga, suborna, implora kkk a se inscrever e ela acaba concordando!

A America não gosta do príncipe, acha-o super superficial, e também está perdidamente apaixonada pelo 6, Aspen, um jovem muito trabalhador e que muitas vezes deixa de comer (o pouco que tem) para dar a seus irmãos mais novos. Só que eles namoram escondidos! 

A família Singer nem sonha com esse romance, e a entrada de America para o palácio é a maior oportunidade da família poder mudar de vida, o que faz a protagonista tentar a sorte de ser uma das selecionadas. E ela é!

Parece até um pesadelo, mas America chega ao palácio, e logo de início faz amizade com a engraçadíssima Marlee, com a reservada Ashley e é esnobada por umas par delas! (As outras já a invejam na cara). America é ruiva, tem olhos azuis e 17 anos, o que chama a atenção de todos, principalmente, do príncipe, Maxon Calix Schreave (meeeeu Deus, me abana, que homem!!!!!)!
"- Tomei coragem para enfrentar o que estava por vir. Eu me fiz de forte. Enfrentaria o que surgisse. Quanto ao que tenha ficado para trás, decidi que era melhor assim: deixar para trás. O palácio seria meu refúgio. Jamais pensaria nele ou diria seu nome outra vez. Ele não tinha autorização para me acompanhar até lá. Era minha regra para essa pequena aventura." - America sobre sua derradeira paixão por Aspen
Então começa A Seleção, America faz amizade com o príncipe, revela coisas importantíssima de sua vida à ele, e se perde em suas próprias dúvidas entre receber o amor de Maxon e o antigo amor por Aspen!

Maxon, é a coisa mais fofa desse mundão! Ele é bonito (pelo que é descrito, embora seja loiro, e eu não sou muito chegada, mas vai lá!), inteligente, romântico, fofuxão, protetor, amoroso, engraçado, cavalheiro, aiiii é tãooooo maravilhoso!!!! Não sei porque não aparece um desse na minha vida! Nem precisa ser príncipe (por fora kkk), nem precisar ser rico; só precisa ser meigo, sincero, trabalhador, de bom coração como o Maxon! 
"- Se o assunto fosse simples, já teria eliminado todas as outras. Sei o que sinto por você. Talvez seja impulsivo da minha parte ter tanta certeza, mas estou certo de que seria feliz com você." - Maxon para America
O Aspen também é uma ótima pessoa. Trabalhador, respeitável, gentil, inteligente. Ele se tornará guarda do palácio, e tentará fazer com que a America volte para ele. É isso que me irrita. Ele coloca as suas vidas em risco, mesmo sabendo das dúvidas e dos problemas que America enfrenta.

Já a America, é muitoooooooooooooo parecida comigo! Não to falando isso porque o povo (povo leitor, tá?!) gosta dela, não. É porque somos muito parecidas mesmo. Ela é muito sincera, ao extremo até. Luta por aquilo que acredita. É hiper indecisa (super eu, gente!), é alegre, amiga, carinhosa, inteligente, tem uma garra espetacular e tem um carisma, uma coisa que é demais! Ela consegue ajudar as pessoas, sendo simplesmente ela mesma. Simples, humilde, desbocada kkkk e impulsiva demais!!!!
Por ser tãoooooo impulsiva ela vai cometer algumas coisas ao longa da trilogia que deixa a gente de cabelo em pé. Dá um nervoso, uma coisa. Sim, tem coisas que ela não precisava ter feito. Mas mesmo assim o livro é lindo!

Ela se apaixona pelo Maxon logo que o conhece. No entanto, ela não consegue entender o que sente. Como ela amava muito o Aspen, ela não sabe reconhecer e admitir que está esquecendo-o. E por isso, ela deixa o Maxon no maior sofrimento e desespero pros leitores! Enquanto isso, acontece diversas coisas, altos e baixos que tentam separá-los, a concorrência é grande e da pesada!

A família da Meri é bem legal! Ela tem quatro irmãos, o Kota, um chatão arrogante, a Kenna, que está casada e grávida, e é legalzinha, a May, uma fooooofa, linda e superdivertida e amigona, e o Gerad, que sonha em ser jogador de futebol ou algo do gênero, mas não pode pois eles têm de seguir sua casta.  :(

O rei Clarkson é bundão (como vocês podem ver, ainda não parei com os palavrões kkkkkk), um corrupto! A rainha Amberly é legal, mas muito submissa (eu acho!), e as meninas dA Seleção, são mais ou menos, têm umas que só querem a coroa, têm outras que não tão nem aí pra nada, e têm (pouquíssimas) que estão querendo (pegar) casar com o prínspo! kkkkkk

Minha resenha tá GIGANTA né??? kkkk É que eu amooooooo muitooooooo essa série!!!
Se bem que o #4 A Herdeira, me decepcionou totalmente, mas falaremos dele muito em breve...

Beijos irados, e leiam!!!
Ana

domingo, 7 de junho de 2015

#Resenha: A Garota do Outro Lado da Rua, Lycia Barros

Oi gente, e aí, curtindo o domingão???
Resenha especial de domingo para vocês:


O livro A Garota do Outro Lado da Rua, de Lycia Barros, narra a história de Enzo e Rafaela, jovens vizinhos, que moram um na frente do outro, embora nunca tenham se falado!

Enzo, nutre um amor profundo e platônico pela menina. Segue seus passos, fica de olho em suas redes sociais e se perde na eterna admiração pela sua linda musa, Rafaela.
"Fiquei tão zonzo com o seu toque que bastaria um sopro para eu cair. Todavia, um fiapo de amor próprio falou mais alto dentro de mim. Eu não queria somente viver uma aventura com ela. Já sofria por Rafaela o suficiente. Se ficássemos juntos agora, como seria quando fossemos resgatados?"
Numa excursão do colégio, algo inesperado acontece: há bandidos na floresta da reserva ecológica que estão visitando, e num átomo de segundo, Enzo está puxando Rafaela para o mais longe possível daquela confusão toda.

Os garotos ficam três dias perdidos na floresta, com pouca água e lanchinhos que Enzo havia trazido em sua bolsa. No entanto, essa é a chance de Enzo conquistar Rafaela, afinal, os dois estão assustados e vulneráveis; prontos para se abrirem um com o outro.
"Ela parecia uma deusa na abundancia dos atributos. Mesmo quando fazia coisas feias, como bocejar, se coçar, ou dar um grunhido de raiva, nela sempre pareciam bonitas. E agora, dormindo… Gostaria de ter palavras para descrever a cena como um poeta saberia. [...] Se precisasse, eu tinha certeza, daria a minha vida para isso."
Conversa vai, conversa vem, e seus corações chegam a bater no mesmo embalo com as revelações que surgem.

Mas então, quando tudo parece estar encaixando-se, são encontrados. Estão à salvos. O final nos surpreende!!!
"Costumava imaginar-nos juntos e sentados em seu jardim, conversando sobre a natureza, e ela admirada com todo o meu conhecimento. Sempre tive certeza de que, se ela me conhecesse melhor, se compreendesse as minhas qualidades, certamente gostaria de mim, mas nunca imaginei o que sucederia mais tarde. No por do sol finalmente nos beijaríamos, mas nunca imaginava nada indecente com ela. Pelo menos, não naquela época."
O inevitável para Enzo, permaneceu para Rafaela. Enzo descobre as grandezas do amor, das amizades e do caráter.

Lembrando que Rafaela é uma garota "na moda" e Enzo, um geek, tímido, fofo e ingênuo. 

Amo os livros da Lycia, além de serem lindos e edificantes, são extremamente verdadeiros. Nem tudo são flores. São reais, isso posso te garantir!

O que quero dizer é que nem todo mundo curtirá o final, porque está acostumado com aquele clichê e imposição até do "final perfeito", do "casal do livro felizes para sempre", enfim. Nos livros dela, há muita mudança, crescimento, a busca pela felicidade pela fé, amor, simplicidade, etc.

A Garota do Outro Lado da Rua para mim, é um livro espetacular. Uma história pequena, simples, fofa e vívida.
Já fui e conheci muitas pessoas como o Enzo.
Quebraram a cara feio, mas ME-RE-CI-DA-MEN-TE! Porque se tivessem se dado conta do tanto de pessoas e coisas maravilhosas que tinham ao redor, não teriam se machucado tanto. 

A mensagem que predominou do livro para mim, foi que devemos sempre, sempre mesmo, valorizar e amar incondicionalmente nossa família, amigos, quem nos quer bem. E deixar as aparências e ilusões de lado.
Vivendo na real, sacou? Sem menosprezar a sua vida, porque ela não é tão fresquinha como a do outro!

E aí, ficou curioso??? Então corre e vai lê-lo, você vai amar! E amar ainda mais você mesmo e quem te dá valor de verdade!
Beijocas,
Ana M.

9dades para Junho! \o/

E aí, gente, como anda a life??

Pois é, vou direto ao ponto: não li NENHUM dos livros do #DesencalhandoTudo! mês de maio =(
Sou tãooooooo péssima para essas coisas!! Nunca fui muito indisciplinada (pelo menos não na escola kkkkk), no entanto, deixei a desejar dobrado!!! kkkkkk

Fica para o final desse mês então (eu queria mesmo para quando desse vontade, but...)!
Vou tentar, pensar em vocês e fazer esse esforço! kkkk

Não é que eu não goste dos livros, é que ainda não senti "no coração" de lê-los, e eu sempre sinto isso kkkkkkkkk

É isso!

-----------

A outra 9dade que preciso contar à vocês, é que eu amoooor ler, escrever, postar, embora tenha muita preguiça de postar!! kkkkk

Mas estou amando o blog e principalmente: você visitante!!
Os recadinhos e comentários que venho recebendo são tão fofoos, nunca imaginei que seria assim!

Então, como já li bastante esse ano, e tenho + resenhas do ano passado que quero muito fazer kkkkkk e tá acumulada, vou ler menos esse mês e preparar mais postagens, siiiiim, vai ter posto TODOS OS DIAS!!! Aeeeeeeh \ooooo/ kkkk

Quero só ver quem vai vir me visitar todo dia, hein??? Hein???

Abaixo (e também será colocada na lateral do menu do blog), a "cobertura" da semana! Ah, a agenda de posts mesmo!

Aceito sugestões e críticas sempreeeeee!! Só vamos diminuir nos palavrões (to parando de falar agora kkk). OK?

Vamos lá!!!

Domingo:
Livreeeeeee!!
É o dia da recreação!! kkkkkkkkk
Domingo poderá ter música, filme, resenhas, textos, frescuras kkkk fotos do Elvis kkkkk o que for!

Segunda-feira:
Para começar a semana tinindo de booom: RE-SE-NHA!!!!!!!

Terça-feira:
Como amo bater-papo, vamos ter um TEXTO sobre acontecimentos de agora etc. e tal.

Quarta-feira:
Músiiiiiiiica e vídeo, claro!!!!!!! :D
(vão se cansar de ouvir Elvis rsrsrsrs).

Quinta-feira:
Maaaaais RESENHA!!!!

Sexta-feira:
Filmeeeeeeeeee!
Não sou muito de assistir, mas têm uns lindos que preciso falar deles com vocês, e também quero assistir outros, entonces, bora!!

Sábado:
Textinho. Porque escrever e debater é vidaaaa! <3

E aí, curtiram???? Quero saber!!!

Tinha mais uma novidade para eu contar, maaaaas, esqueci!! kkkkk Então, quando eu lembrar eu conto!!!
Beijãooo, fiquem com Deus!
Ana

sábado, 6 de junho de 2015

#Resenha: O Casamento, Nicholas Sparks

Oi gente, beleza??

Começo ressaltando de que dos 9 livros lidos do Tio Nick, esse sem sombra de dúvidas é o MELHOR! <3
Amor ser fim. Aliás, do começo ao fim. Perfeito.
Acredito que todo casal deveria lê-lo. Pelo menos uma vez na vida. Porque com certeza ele mudará sua forma de pensar, agir e  indubitavelmente de: recomeçar! ;)

Todo relacionamento passa por turbulências. Seja no casamento, no convívio com os pais e amigos e até com nossos animaizinhos de estimação, temos um certo "estranhamento" e que dele, poderá sucumbir a algo muito pior. A perda dos laços, mas talvez, não do amor predominantemente.

Wilson Lewis é casado com Jane (filha do Noah e Allie de Diário de uma Paixão), há quase 30 anos. Os primeiros capítulos relatam o esquecimento de Wilson, pelo seu aniversário de casamento (de 29 anos), e o desapontamento perturbador de Jane.
Ela vai visitar o filho Joseph, que mora em NY, enquanto o restante da filha congrega uma das cidades interioranas da Carolina do Norte. E Wilson tem tempo suficiente para pensar e se indignar ao ver o ponto em que seu casamento chegou. E tudo graças a ele mesmo.
"Sou um homem firme, sim. Confiável, sem dúvida. Fiel, totalmente. Mas devo admitir que o romantismo para mim é tão desconhecido quanto o ato de dar à luz."
Que ele ama profundamente Jane, não há como discordar, no entanto, trabalhando incansavelmente no escritória de advocacia, Wilson perdeu mais de 20 de sua família. Perdeu festas de aniversários, reuniões escolares, brincadeiras e quedas dos meninos, e é claro, de passar um tempo com sua esposa, e provar à ela, como a ama e estima para ter um momento a dois.

Em todo o livro, percebemos claramente o amor e todo o erro (que não foi pouco!) de Wilson. E também vemos o como ele cresce.

O cara tem motivos para não romântico, não tem na "veia", mas aos poucos ele vai se aproximando e se reconstruindo. Mudando a cada dia e buscando o melhor para voltar a ter união com Jane.
"Mas acabei entendendo que amar é mais do que resmungar três palavrinhas antes de dormir. O amor é sustentado por ações, pela constante dedicação às coisas que um faz pelo outro diariamente."
Eles têm três filhos: Joseph, Leslie e Anna - que anuncia uma semana antes do aniversário de casamento de 30 anos dos pais, que irá se casar nesta data, como uma homenagem e realização "seu sonho".

É aí que o livro fica incrível, porque além de o Wilson ir se reconciliando com a mulher, ainda vai mostrando a ela o quanto é atencioso, responsável e se interessa pelo bem estar da família.
É surpreendente como ele amadurece e perde a timidez e "desatenção" que ronda tantos homens! rsrsrsrs

É um livro maravilhoso, lindo de viver!! Ameeeei! Estava querendo ler ele desde seu lançamento aqui no BR, porém, até hoje ainda não comprei kkkkkk Mas acabei lendo bem rápido em e-book, e agora não vejo a hora de tê-lo em mãos!!! <3

Só tenho a dizer que o final é surpreendente demais. Estou derretida, já quero reler kkk
Os preparativos do casamento é uma fofura e o final é muito sensível, de amor, veracidade, conquista, companheirismo, enfim, denota o que é tão necessário para um casal ser feliz e viver até que a morte os separe!

Tem surpresa, porém, não se preocupem, são algumas surpresas agradabilíssimas!!!!! Nada de final triste sparkianos, graças a Deus!!!!

Todas as pessoas do mundo DEVEM ler este livro, porque se você é ou já foi casado, ou quer se casar, vai entender o que já, ou pode acontecer com o você, e saber que só a fé, amor e perdão constroem uma família feliz!
"– Obrigada – disse ela, e, com sua mão segurando a minha, tive uma estranha sensação de já ter vivido aquele instante, como se tivéssemos voltado no tempo para o início do nosso relacionamento."
Queria fazer uma resenhas melhor, mas gente, NÃO DÁ, é lindo demais! Só lendo mesmo!!!
Beijocas,

Ana M.